domingo, 15 de março de 2009

Orgulho Branco

Michael Richards conhecido como Kramer da série televisiva Seinfeld,levantou um bom problema. O que se segue é o seu discurso de defesa em tribunal depois de ter feito alguns comentários raciais na sua peça de comédia. Ele levanta alguns pontos muito interessantes.

Orgulho em ser Branco
Finalmente alguém diz isto.
Quantas pessoas estão actualmente a prestar atenção a isto? Existem Afro-Americanos, Americanos Hispânicos, Americanos Asiáticos,Americanos Árabes, etc.
E depois há os apenas Americanos.
Vocês passam por mim na rua e mostram arrogância. Chamam-me 'Whiteboy,' 'Cracker,' 'Honkey,' 'Whitey,' 'Caveman' ...e está tudo bem. Mas quando eu vos chamo Nigger, Kike, Towel head, Sand-nigger, CamelJockey, Beaner, Gook, or Chink, vocês chamam-me racista. Quando vocês dizem que os Brancos cometem muita violência contra vocês, então porque razão os ghettos são os sítios mais perigosos para se viver?
Vocês têm o United Negro College Fund.
Vocês têm o Martin Luther King Day.
Vocês têm Black History Month.
Vocês têm o Cesar Chavez Day.
Vocês têm o Yom Hashoah.
Vocês têm o Ma'uled Al-Nabi.
Vocês têm o NAACP.
Vocês têm o BET [Black Entertainment Television] (tradução: Televisãode Entretenimento para pretos)
Se nós tivéssemos o WET [White Entertainment Television] seriamos racistas.
Se nós tivéssemos o Dia do Orgulho Branco, vocês chamar-nos-iam racistas. Se tivéssemos o mês da História Branca, éramos logo taxados de racistas.
Se tivéssemos alguma organização para ajudar apenas Brancos a andarem com a sua vida para frente, éramos logo racistas.
Existem actualmente a Hispanic Chamber of Commerce, a Black Chamber of Commerce e nós apenas temos a Chamber of Commerce.
Quem paga por isto?

Uma mulher Branca não pode ser a Miss Black American, mas qualquer mulher de outra cor pode ser a Miss America.
Se nós tivéssemos bolsas direccionadas apenas para estudantes Brancos,éramos logo chamados de racistas.
Existem por todos os EUA cerca de 60 colégios para Negros. Se nós tivéssemos colégios para Brancos seria considerado um colégio racista.
Os pretos têm marchas pela sua raça e pelos seus direitos civis, como a Million Man March. Se nós fizéssemos uma marcha pela nossa Raça e pelos nossos direitos seriamos logo apelidados de racistas.

Vocês têm orgulho em ser pretos, castanhos, amarelos ou laranja, e não têm medo de o demonstrar publicamente. Mas se nós dissermos que temos "Orgulho Branco", vocês chamam-nos racistas.
Vocês roubam-nos, fazem-nos carjack, disparam sobre nós. Mas, quando um oficial da polícia Branco dispara contra um preto de um gang ou pára um traficante de droga preto que era um fora-da-lei e um perigo para a sociedade, vocês chamam-no racista.
Eu tenho orgulho.
Mas vocês chamam-me racista.
Por que razão só os Brancos podem ser chamados de racistas?

7 comentários:

escarlate.due disse...

grande discurso!!!
1 vez, por razões que agora não interessam, utilizei a palavra preto e logo um deles me saltou em cima com a história do racismo.
tive um trabalhão a explicar-lhe que gosto das pessoas sejam elas pretas, brancas ou às riscas e que entendo que cada um deve (e tem o direito!) de se orgulhar do que é, gosto de ser branca mas tenho a certeza que se fosse amarela ou azul gostaria igualmente de ser o que fosse.
curiosamente, conheço mais racistas pretos que brancos, apesar de ter vários e bons amigos pretos.

Corset disse...

é uma questão complicada, mas este discurso da que pensar. no entanto acho que nem devíamos entrar por aí. estar a discutir quem tem mais, quem tem menos... o facto é que foram cometidas atrocidades à população negra, nos EUA, até há bem pouco tempo... estou a pensar no aparhteid.. que não foi há assim tanto tempo... e as feridas demoram a sarar..daí o exacerbar do "amor À raça". Odeio que o façam...porque faz-me logo pensar nos momentos mais lamentáveis e negros da Historia Mundial. Era bom que começássemos a ver pessoas e não cores/raças. Porque se virmos bem, todos nós já fomos discriminados nas nossas vidas,de uma maneira ou de outra, com um ou outro "fundamento", todos temos isso em comum.

E lanço uma pergunta: mais do que os negros, mais do que os hispânicos, mais do que os judeus... não serão as mulheres, essas sim, as maiores discriminadas desde os primórdios da História? Ah pois...

Larose disse...

....gostei, e é uma realidade!

Sopa de Letras disse...

Já tinha lido e continuo a achar que é seguramente um dos discursos sobre os quais devemos pensar mto a sério.

Lita disse...

Isso tem muito que se lhe diga e parece-me um discurso demasiado linear... ele não deixa de ter uma certa razão... mas acho discutível a maior parte das afirmações que faz. Numa coisa concordo, a dualidade aumenta a diferença. Por isso, era na unidade que se devia apostar.

Skywalker disse...

Lita, concordo conigo na aposta da unidade. No entanto não posso deixar de estar completamente de acordo com ele quando diz que os brancos são sempre acusados de racismo seja pelo que for. Para mim as pessoas não mais nem menos pela cor da pele. Não concordo é com o excessivo proteccionismo que se dá a determinados grupos sociais só porque foram mal tratados há umas décadas atrás, mas que as gerações actuais não contribuiram em nada para isso, nem sequer sabem quem foi o Martin Luthr King, nem que esistiu apartheid na Africa do Sul.
Pergunto se fosse um actor preto a fazer uma peça com comentários racistas sobre os brnacos, acabaria em tribunal? Tenho as minhas dúvidas.

Salto-Alto disse...

Boa pergunta e excelente discurso!

Related Posts with Thumbnails