domingo, 23 de novembro de 2008

O exemplo de Eanes


Ao contrário dos senhores da galeria que se encontra mais abaixo, passou pela cena politica portuguesa um Senhor que já se retirou e a quem presto a devida homenagem reproduzindo um artigo publicado no Expresso em 20 de Setembro de 2008.




"Um milhão e trezentos mil euros é muito dinheiro. Haver quem prescinda de tal quantia, tendo direito a ela, eis o que não pode deixar de ser registado. Trata-se, além disso, de dinheiro do Estado. E o dinheiro de Estado sendo de todos, é muitas vezes encarado como dinheiro de ninguém, assim se condescendendo ou desculpando os abusos em que se traduzem muitos privilégios. Perante a questão de receber ou não os rectroactivos de uma reforma que não foi paga durante décadas, mas à qual foi reconhecido o direito, o ex-Presidente da República Ramalho Eanes disse que não.


Quantos portugueses na mesma situação - não digo já quantos políticos como foi Eanes - prescindiriam de tanto dinheiro?"


3 comentários:

Miepeee disse...

Concordo com a homenagem.

Tens um desafio no meu estamine.
Bj.

Miepeee disse...

Tens mais um desafio la no estamine....porra tenho que ir dormir mas nao tenho sono.
Bj.

turra disse...

Homens como o Eanes quase não existem

Related Posts with Thumbnails